rea08Especialista em Design Instrucional – Tecnologias e Mídias para EaD pela Universidade Federal de Itajubá (2012) e Planejamento, Implementação e Gestão da EaD pela Universidade Federal Fluminense (em conclusão). Graduada em pedagogia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2008). Atuou como tutora presencial nas disciplinas EaD e Informática instrumental no Curso de Graduação a Distância em Pedagogia (UAB – CECIERJ) pela UNIRIO (2009). Atua em projetos educacionais via web, com plataformas de EaD (Moodle) e gerenciadores de conteúdo open source (Drupal). Atualmente, dedica-se a pesquisa de conteúdos no formato de Objetos de Aprendizagem como Recursos Educacionais Abertos.


Entrevista concedida a Débora Sebriam em 04/2013

REA Brasil: Quando e como descobriu os Recursos Educacionais Abertos?

Flávia Martins: Descobri os REAs recentemente. Já conhecia o termo, mas agora estou início uma pesquisa acadêmica para aprofundar sobre o assunto.

REA Brasil: Pra você, o que é REA? 

Flávia Martins: REA são recursos educacionais abertos que podem ser produzidos em diversos formatos para direcionar e apoiar o processo de ensino e aprendizagem. A diferença é que são disponibilizados on-line, gratuitamente, por meio de licença livre ou domínio público e até mesmo por meio de um tipo de licença chamada Creative Commons.

REA Brasil: Como surgiu a motivação para escrever um TCC sobre REA? 

Flávia Martins: Sou designer educacional de conteúdos para web e atuo na educação a distância e e-learning há, aproximadamente, 5 anos. Atualmente, estou envolvida em um projeto que objetiva disponibilizar Recursos Educacionais Abertos no formato de Objetos de Aprendizagem na área de música, voltados a todos os públicos. Portanto, nada mais coerente que estudar sobre, não?

REA Brasil: Qual é o foco do seu estudo e quais são as descobertas realizadas até o momento? 

Flávia Martins: O foco do meu estudo pedagógico, ou seja, abordar a temática dos Recursos Educacionais Abertos como meio de aprendizagem on-line. A seguir, um trecho da justificativa do estudo.

Os objetos de aprendizagem são recursos educacionais resultantes do cenário da cibercultura. Os OBAs,  ou OAs ou, ainda LOs (Learning objects) são unidades de aprendizagem independentes de fácil recuperação e reutilização em ambientes on-line. Segundo Wiley (2001, p. 7) os OAs são “qualquer recurso digital que pode ser reusado para assistir a aprendizagem”. Sua estruturação em metadados e sua padronização como o SCORM permite que sejam reutilizados em diferentes ambientes e em versões de um mesmo ambiente sem apresentar qualquer inviabilidade técnica.

Existem muitos exemplos disponíveis desse tipo de conteúdo e, por serem reutilizáveis e facilmente recuperáveis, atendem às necessidades da aprendizagem on-line. Portanto, uma proposta de estudo que aprofunde os estudos nesse tipo de metodologia, considerando suas aplicações em contextos formais e informais de  aprendizagem on-line e em diferentes dispositivos torna-se necessário para popularizar e aprimorar este tipo de conteúdo no cenário da cibercultura como Recursos Educacionais Abertos (REA), permitindo assim, o acesso ao conhecimento de forma democrática e em grande alcance.

Algumas descobertas realizadas até o momento é um tipo de licença denominada Creative Commons que permite disponibilizar conteúdos digitais abertos, sem qualquer custo, além de outros tipos de licença. O estudo ainda está “engatinhando”, ainda há muitas descobertas a fazer…

REA Brasil: Como você acha que o seu estudo pode contribuir para que mais professores adotem e criem REAs?

Flávia Martins: O estudo apresentará uma análise desse tipo de recurso considerando sua aplicabilidade na educação formal e informal. Inicialmente, serão abordados os conceitos e fundamentos inerentes ao tema para posteriormente apresentar estudos de caso de REAs  em formato de objetos de aprendizagem. Neste sentido, o estudo pode contribuir significativamente para compreensão do conceito, produção e  estruturação de conteúdos  reutilizáveis e de fácil recuperação na web, considerando os diferentes suportes e mídias, classificação, design didático, eficácia da aprendizagem, política de licença livre, entre outras categorias de análise ainda não definidas.

REA Brasil: O que diria para os educadores que desejam começar a trabalhar por e com REA?

Flávia Martins: Digo aos educadores que não tenham medo de criar, experimentar e inovar. O aprendizado on-line é uma realidade cada vez mais presente no mundo contemporâneo e já faz parte do cotidiano das pessoas. Portanto, qualquer projeto ou intenção educativa (mesmo que não seja sistemática) pode e deve ser transposto para o meio on-line. A vantagem dos REAs é que o professor pode compartilhar o conhecimento e construí-lo em rede de maneira fácil, rápida e democrática, pois os REAs possibilita o acesso gratuito aos conteúdos, num formato inovador e dinâmico, próprio da cibercultura. Basta força de vontade e disposição para tirar suas ideias do papel e virtualizá-las em um formato que possibilite seu reuso e recuperação. Mãos à obra!

Contato
Email: flavsmartins@gmail.com
Linkedin: http://br.linkedin.com/pub/fl%C3%A1via-martins/17/2b7/94a/
Facebook: https://www.facebook.com/flavsmartins
Skype: martins-flavia
 
Comente

Seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

limparEnviar