O Projeto Brasileiro sobre Recursos Educacionais Abertos: Desafios e Perspectivas (Projeto REA.br) teve início em 2008 com a visita de uma delegação internacional ao Ministério da Educação e com a realização de uma série de eventos de sensibilização em São Paulo e Brasília.

Fundado por Carolina Rossini em 2008 com o objetivo de apropriar à realidade e às perspectivas brasileiras a discussão internacional acerca dos Recursos Educacionais Abertos (REA) e da Educação Aberta, o REA.br recebeu financiamento anual da Open Society Foundations. Carolina iniciou, com apoio de um grupo de ativistas, uma ação de mobilização social, o que levou ao surgimento da Comunidade REA-Brasil, formada por educadores, cientistas, engenheiros, profissionais de TICs, jornalistas, advogados e todos aqueles que acredita em educação aberta e recursos educacionais abertos.  De 2009 a 2011, o REA.br foi coordenado no Brasil pela educadora Bianca Santana, via Casa da Cultura Digital. E a partir de 2011 até 2015, o REA.br passa a ser conduzido pelo Instituto Educadigital.

Ao todo, o projeto teve 7 anos de duração, sendo finalizado com um Seminário Internacional, em Brasília e contou com parcerias institucionais da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo, da UNESCO, entre outros. Para conhecer os principais resultados e ações do projeto REA.br, visite nossa Linha do Tempo.