Comunidade REA promove encontro de cocriação em São Paulo

O movimento REA no Brasil completa 7 anos de vida em 2015. Nesse tempo tivemos vários avanços na área, entretanto, os desafios ainda são inúmeros, inclusive o de promover alguns encontros que extrapolem o mundo virtual. No dia 18/03 conseguimos realizar o primeiro encontro presencial do ano em São Paulo. Esse encontro de cocriação foi mediado pelo Instituto Educadigital (gestor regional do Projeto REA.br) e foi usada a abordagem do Design Thinking para prototipar possíveis soluções para alguns dos principais desafios da causa REA. Uma das grandes riquezas do encontro é que conseguimos reunir veteranos do movimento com pessoas recém chegadas a comunidade, além de os perfis de atuação serem bem amplos.

Devido ao curto período de tempo do encontro, nós optamos por trazer alguns desafios já elaborados e contextualizados e três grupos de pessoas trabalharam cada um deles, sendo:

1. Como podemos engajar mais pessoas na causa REA?

Todos os dias recebemos dezenas de novos membros na comunidade REA. Essa entrada acontece principalmente pelo Facebook em decorrência dos compartilhamentos dos membros, entretanto, notamos que poucas pessoas acompanham as postagens ou contribuem com links e opiniões.

2. Como podemos ampliar a cooperação entre pessoas da comunidade?

Uma característica de nossa comunidade é acompanhar os fatos e notícias sobre REA e Educação Aberta, entretanto, tivemos várias oportunidades de elaborar documentos e propostas em conjunto e a adesão normalmente é muito baixa. Como exemplos, podemos citar a carta aberta ao governador de São Paulo em decorrência do veto ao PL REA ou a força-tarefa de tradução do site REA para o inglês, situações chave em que não houve envolvimento da comunidade.

3. Como podemos levar a formação em REA para mais educadores pelo Brasil?

REA cria a oportunidade para uma mudança fundamental e transformadora: a alteração do consumo passivo de recursos educacionais, para o engajamento formal de educadores e alunos no processo criativo de desenvolvimento de conteúdo. Após a reformulação do site REA em 2014 e a abertura de um canal direto de solicitação de palestras e oficinas a demanda aumentou consideravelmente. Diversas prefeituras e universidades (tanto públicas, quanto particulares) de todo o Brasil entram em contato, mas acabamos não conseguindo realizar a maioria delas por questões logísticas e de custo.

4. Como podemos obter mais financiamento para nossas ações de advocacy?

Uma das grandes missões do projeto REA.br é prover inovação em política pública de educação, e para isso, conta com um financiamento internacional desde 2008. Todas as ações do projeto estão atreladas a esse orçamento que muitas vezes não é suficiente para cobrir todas as demandas previstas, como por exemplo, as viagens para dialogar com os políticos e a organização de eventos. No caso de não haver mais esse financiamento como poderíamos sustentar as nossas ações pelo país?

De maneira bem resumida segue alguns pontos das soluções imaginadas na prototipagem (os participantes do encontro fiquem a vontade para complementar/mudar/adaptar essas informações):

1. “Como podemos engajar mais pessoas na causa REA?” e “Como podemos ampliar a cooperação entre pessoas da comunidade?”

O grupo elaborou uma estratégia dividida em duas partes:

  • Ter a figura de um comunicador, mas isso não se viabilizaria sem um ambiente colaborativo para enviar mensagens, compartilhar calendário de eventos, algo que funcionasse como uma rede social.
  • Esse ambiente online acolheria as pessoas da comunidade, seria gamificado (tipo um waze do REA). Ofereceria possibilidades de associação entre pessoas que tem interesses comuns (se eu baixo um conteúdo do ambiente, o sistema me diz que as pessoas A, B e C também baixaram esse conteúdo). Esse espaço traria materiais, um calendário de eventos locais e online, ofereceria feedback, tentaria conectar pessoas de áreas de atuação diferentes mas que possuem interesses comuns e também poderia ser um espaço para propor encontros presenciais e online para troca de experiências.
encontro comunidade rea1

2. Como podemos levar a formação em REA para mais educadores pelo Brasil?

O grupo propôs um app de celular chamado “Professor Aberto”. Essa app traria conteúdo aberto e a possibilidade das pessoas contribuírem enviado novos materiais e elas escolheriam as licenças de uso. Uma das estratégias para explicar o REA para as pessoas seria, por exemplo, uma pessoa clica em uma imagem e quando ela escolhe fazer download apareceria uma explicação sobre REA e o que é possível fazer com aquela imagem. O grupo também pontuou inserir elementos de gamificação para estimular os professores, ser um ponto de encontro entre as pessoas.

3. Como podemos obter mais financiamento para nossas ações de advocacy?

O grupo propôs tentar colocar a pauta nos grandes meios de mídia para ganhar espaço com possíveis financiadores. Citaram como exemplo a força que ganhou o Marco Civil da Internet.

Esperamos conseguir realizar esses encontros com mais frequência e esperamos que pessoas que residem em outros estados do Brasil também se mobilizem para realizar essas reuniões e trocar experiências e tentar trazer novas ideias para os desafios. O pessoal do Paraná já se manifestou em relação a isso nas redes sociais 🙂

Como sugestão da Paula Ugalde, convido a todos para deixarem aqui o seu comentário para possíveis soluções para os desafios levantados.

Avante!

PS: Quem esteve presente e tem fotos de boa qualidade compartilhe! Como vocês puderam notar essas não estão boas.

UNILACREA contribui com a Open Education Week

A Unila (Universidad Federal para la Integración Latinoamericana) e a área de espanhol como idioma adicional estão criando materiais de ensino de línguas trabalhando com recursos educacionais abertos.

Os professores Iván Alejandro Ulloa Bustinza (Proponente) e Jorgelina Tallei (coautora) estão a frente do projeto de investigação “Los textos multimodales en la creación de materiales didácticos para la Enseñanza de Español y Portugués – Lenguas Adicionales en el Contexto de la Integración Latinoamericana y del Mercosur” que tem por objetivo analisar  o estado do ensino de línguas adicionais no contexto da integração latinoamericana no Mercosul.

A Jorgelina Tallei convida toda a comunidade REA a conhecer o projeto https://sites.google.com/site/unilacrea/.

Os primeiros materiais produzidos podem ser encontrados aqui: http://issuu.com/jorgelinatallei/docs/desde_el_sur/1.

Grupo ABED ABERTA realiza fóruns de discussão durante a Open Education Week

O sucesso dos fóruns de discussão na Semana Internacional de Educação Aberta (Open Education Week) do Grupo ABED ABERTA de 2014 motivou que o grupo resolvesse repetir a dose, porém, trazendo novidades. As discussões  acontecerão de 9 a 13 de março. Elas trazem novos temas e mais um novo fórum abordando dois segmentos da educação importantes no Brasil: a educação continuada e a educação corporativa.

O termo educação aberta é frequentemente confundido com recursos educacionais abertos. Um dos objetivos principais desses fóruns será  esclarecer e ampliar este conceito para mostrar que a educação aberta inclui os REA, mas não se limita a eles. Ao contrário, a educação aberta é abrangente e contempla, de alguma maneira: o uso das tecnologias, o amplo acesso ao material educacional ou curso, as colaborações entre instituições, os processos de liderança abertos, a avaliação e a certificação aberta e o letramento digital.

Estes temas serão discutidos nos seus respectivos fóruns, com seus links de acesso:
Fórum de educação básica: a educação aberta na formação de diretores escolares e os livros digitais na educação básica.
Este fórum é dedicado a professores, coordenadores e diretores da educação básica, e tratará de questões políticas e práticas do dia-a-dia-escolar do professor e do aluno brasileiro no que tange a educação aberta e o uso das tecnologias educacionais.

Fórum de educação superior e continuada: a avaliação da educação aberta no ensino superior, colaborações interinstitucionais e as licenças de uso.
Este fórum é dirigido a instituições de educação superior, diretores, professores e pesquisadores, pois tratará de questões estratégicas da educação aberta no que tange a avaliação e certificação, colaboração interinstitucional e questões práticas, como por exemplo, modelos de MOOCs, a autonomia ou dependência no desenvolvimento de MOOCs, etc. É também dirigido a quaisquer pessoas interessadas na aprendizagem continuada, independente e baseada na aprendizagem não-formal.

Fórum de educação corporativa: A educação aberta na formação continuada e na educação corporativa.
Este fórum é dirigido a empresários do ramo educacional e outras áreas que busquem informações sobre como promover a formação continuada de seus colaboradores por meio de conteúdos abertos online.

Os fóruns são abertos, simplesmente acesse e participe! Aproveite para tirar suas dúvidas , trocar experiências  e ter acesso a um vasto número de informações e materiais que serão compartilhados durante os fóruns.

Datas: de 9 a 13 de março, online e gratuito!
Acesse os fóruns aqui
Realização: Grupo ABED ABERTA
Coordenação: Andreia Inamorato

Moderação:

  • Airton Zancanaro, Universidade Federal de Santa Catarina/SC
  • Edison Spina, Universidade de São Paulo/SP
  • Fábio Nascimbeni – Universidade de São Paulo / SP
  • Francisco Velásquez, Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro/ RJ
  • Itana Maria de Souza Gimenes, Universidade Estadual de Maringá/PR
  • José Antônio Aravena Reyes, Universidade Federal de Juiz de Fora/MG
  • Mara Rubia Sampaio, Grupo Santillana Brasil, Fortaleza/CE
  • Mauricio Aguilar Molina, Universidade Federal de Juiz de Fora/MG
  • Patrícia Lupion Torres , Pontifícia Universidade Católica do Paraná/PR
  • Paula Ugalde dos Santos, Telecentro Info.com, Santa Bárbara do Sul/RS
  • Renata Aquino, Universidade Federal do Ceará/CE/li>
  • Romero Tori, Universidade de São Paulo/SP
  • Vera Queiroz, Universidade de São Paulo/ SP

Fonte: ABED 

UFPR realiza campanha de conscientização durante a Open Education Week

Com a distribuição de folders contendo informações sobre os Recursos Educacionais Abertos (REA), sua importância e os impactos sobre o ensino aprendizagem em todo o mundo, a UFPR participa hoje, às 11h30 no Restaurante Universitário do Centro Politécnico, da Open Education Week 2015, evento esse que prossegue até a próxima quinta-feira (12). As atividades de divulgação e conscientização da comunidade universitária serão realizadas sempre nos restaurantes dos vários campi da Instituição e em prédios como os da Reitoria e o histórico, na Praça Santos Andrade.

Além de divulgar a existência e ações desenvolvidas pelo Programa Paranaense de Práticas e Recursos Educacionais Abertos, desenvolvido pela UFPR em parceria com a UTFPR, o objetivo desta semana também é incentivar a produção de materiais para depois disponibilizá-los para a população em geral, via internet. A informação é da professora da UFPR, Marineli Meier, dirigente da Coordenadoria de Integração de Políticas de Educação a Distância (CIPEAD).

A docente explica que os REAs são materiais específicos de ensino, aprendizado e pesquisa disponíveis em qualquer suporte ou mídia. São de domínio público ou licenciados de maneira aberta, com permissão para que sejam utilizados ou adaptados por terceiros. É fundamental que toda a comunidade universitária conheça e utilize esses recursos, ferramentas e práticas para melhorar o acesso e a eficácia educacional, destaca a dirigente.

Programação

Na programação da Semana Educacional Aberta está marcado a distribuição de material informativo para amanhã, terça-feira (10), às 07h30 na entrada do Campus Botânico e às 12h30 no RU Botânico. Na quarta-feira (11), às 07h30, receberão orientações dos integrantes do Programa, desenvolvido pela Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional (Prograd), a comunidade universitária da Reitoria. Neste mesmo horário e também às 11h30 e às 18h30 a divulgação será feita na Praça no Prédio Histórico (Santos Andrade). Às 11h30 será a vez dos frequentadores do RU Centro conhecer e tirar dúvidas sobre os REAs. Na quinta-feira (12), às 11h30, os integrantes do Programa visitarão o RU Agrárias.

Fonte: UFPR Notícias

Programação Semana da Educação Aberta – REA.br

A Open Education Week ou Semana da Educação Aberta acontece de 09 a 13 de março neste ano. O evento é uma celebração do movimento global da Educação Aberta e tem por objetivo conscientizar sobre a Educação Aberta e seu impacto sobre o ensino e a aprendizagem no mundo todo. A agenda geral será divulgada em alguns dias, mas aproveite para marcar no seu calendário a agenda brasileira que fará parte do evento.

Recursos Educacionais Abertos no Brasil (webinar)

A colaboração e a cooperação são valores cada vez mais fundamentais para a sociedade do século XXI. A internet evidenciou uma rede de informação, conhecimento e cultura na qual cada indivíduo passa a ser potencial autor. A era digital possibilita a troca e o compartilhamento, nesse sentido, a ideia dos Recursos Educacionais Abertos (REA) está baseada na concepção de que o conhecimento é um bem da humanidade e deve, portanto, estar acessível a todos.

Nessa webinar vamos fazer uma introdução aos Recursos Educacionais Abertos e mapear os principais projetos e políticas públicas no Brasil. Iremos usar o Google Hangout para a transmissão online e o link será divulgado 1 hora antes do horário marcado através das redes sociais do REA.br, Facebook (https://www.facebook.com/groups/reabrasil/) e Twitter (@reanetbr) hashtag #reabr

Data: 09/03/2015
Horário: 19h30
Local: Hangout
Facilitadora: Débora Sebriam
Website: www.rea.net.br



Edukatu: rede de aprendizagem pelo consumo consciente (webinar)

O Edukatu é uma rede de aprendizagem que visa incentivar a troca de conhecimentos e práticas sobre consumo consciente entre professores e alunos do Ensino Fundamental de escolas em todo o Brasil.

Além de reunir informações e materiais de referência sobre o consumo consciente, o Edukatu convida os participantes a realizar atividades por meio de circuitos de aprendizagem, e também, é um instrumento de mobilização, facilitando o desenvolvimento de uma comunidade de engajamento contínuo em favor do tema.

Um ponto importante de convergência com a cultura digital é que parte dos materiais educacionais disponibilizados em sua plataforma, alguns originariamente desenvolvidos em outros projetos do Akatu, estão disponibilizados em um formato REA (Recursos Educacionais Abertos), ou seja, estão sob domínio público, o que permite sua utilização ou adaptação por terceiros.

Iremos usar o Google Hangout para a transmissão online e o link será divulgado 1 hora antes do horário marcado através das redes sociais do Instituto Educadigital, Facebook (https://www.facebook.com/institutoeducadigital) e Twitter (@ieducadigital).

Data: 10/03/2015
Horário: 19h30
Local: Hangout
Facilitadoras: Priscila Gonsales e Silvia Sá
Website: http://edukatu.org.br/



Revista ARede.Educa: caminhos da abertura (webinar)

A Revista ARede sempre teve como proposta difundir e estimular as boas práticas de inclusão social por meio do uso das Tecnologias da Informação e das Comunicações (TICs). Nesse contexto o software livre e a Educação Aberta sempre tiveram espaço de destaque em nossas publicações.

Nesse ano sofremos algumas mudanças, agora somos ARede.Educa e 100% online. O nosso site foi totalmente reformulado e desenvolvido em software livre, além de ter uma licença aberta do Creative Commons.

Entre nossas pautas, terá destaque um canal totalmente voltado para o debate sobre Educação Aberta e Recursos Educacionais Abertos. A coluna Livre Saber será desenvolvida em parceria com o Instituto Educadigital.

Iremos usar o Google Hangout para a transmissão online e o link será divulgado 1 hora antes do horário marcado através das redes sociais do Instituto Educadigital, Facebook (https://www.facebook.com/institutoeducadigital) e Twitter (@ieducadigital).

Data: 11/03/2015
Horário: 19h30
Local: Hangout
Facilitadoras: Priscila Gonsales, Débora Sebriam e Áurea Lopes
Site: http://www.arede.inf.br/



Design Thinking para Educadores: transformando desafios em oportunidades (webinar)

O Design Thinking é uma nova maneira de pensar e abordar problemas ou, dito de outra forma, um modelo de pensamento centrado nas pessoas. A abordagem popularizada pela pela Ideo, consultoria global de design que expandiu o método para a área de educação, com o objetivo de desenvolver o pensamento crítico e a capacidade de inovação dos estudantes, foi trazida para o Brasil pelo Instituto Educadigital (IED).

O IED acredita na abordagem do Design Thinking, que sugere um processo intencional para se chegar a soluções criativas e criar impacto positivo na vida das pessoas a partir de cinco fases:  descoberta, interpretação, ideação, experimentação e evolução.

O IED realizou a adaptação da versão, composta por um livro base e um caderno de atividades e busca aproximar o conteúdo à realidade brasileira. Na versão em português, diferentemente da original, os interessados também tem a opção de fazer o download do material por capítulos.

O Design Thinking para Educadores é um remix, um recurso educacional aberto (REA), isso significa que o conteúdo pode ser compartilhado e adaptado para diferentes formatos.

Data: 12/03/2015
Horário: 12/03
Local: Hangout
Facilitador: Priscila Gonsales
Website: http://www.dtparaeducadores.org.br/


O que é Educação Aberta para você?

Na última sexta-feira (06/02), estivemos na Campus Party realizando uma atividade em parceria com a Imprensa Jovem.

O que é Educação Aberta para você? Essa foi a pergunta que as crianças fizeram aos campuseiros. Vejam que interessante a concepção de distintos profissionais, de várias áreas do conhecimento e de diferentes faixas etárias.

Quer fazer parte dessa playlist? Grave um vídeo de no máximo 1 minuto e manda o endereço pra gente poder adicionar! Não esqueça de dizer o seu nome, sua cidade e sua profissão/área de atuação 🙂



Confira também os bastidores do trabalho da Imprensa Jovem em parceria com o Instituto Educadigital na Campus Party 2015.


A Open Education Week está com chamada aberta para participação

A Open Education Week é uma celebração do movimento global da Educação Aberta. Seu objetivo é conscientizar sobre a Educação Aberta e seu impacto sobre o ensino e a aprendizagem no mundo todo. A Educação Aberta abrange recursos, ferramentas e práticas às quais subjaz o compartilhamento aberto, de modo a melhorar o acesso e a eficiência da educação. Tanto a participação quanto a utilização de todos os recursos da Open Education Week são livres de custo e abertas a qualquer pessoa.

O Comitê Organizador convida a todos a contribuir e a participar da quarta edição anual da Open Education Week, que contará com eventos online e presenciais ao redor do mundo.

Como Contribuir:

Você pode contribuir de diversas maneiras para a Open Education Week: fazendo o upload de um vídeo informativo ou inspirador, promovendo um evento em sua comunidade, enviando-nos links de recursos relacionados à Educação Aberta, promovendo um webinar, e promovendo a Open Education Week em suas redes sociais. Para contribuir com um vídeo ou ter seu evento ou webinar incluído no Calendário de Eventos da Open Education Week, utilize o formulário disponível em www.openeducationweek.org. Para finalizarmos o website, precisamos que os formulários sejam enviados até 10 de fevereiro de 2015. Você pode participar com múltiplos eventos e/ou recursos.  Favor preencher um formulário para cada contribuição

Vídeos

O website da Open Education Week contará com vídeos curtos (2 a 5 minutos) que exponham projetos educacionais e apresentem breves mensagens sobre educação aberta, ou que forneçam tutoriais que compartilhem o “como se faz” para diversos aspectos da educação aberta. Uma terceira categoria foi incluída neste ano para vídeos mais longos, depoimentos inspiradores, paineis ou entrevistas sobre educação aberta. Incentivamos a contribuição através de vídeos que sejam feitos especialmente para a Open Education Week, bem como aqueles previamente existentes que encaixem-se nas seguintes categorias:

Exposição de Projetos:

Envie um vídeo pré-gravado sobre o(s) projeto(s) nos quais a sua organização está trabalhando e mostre-os ao mundo.

Mensagens Sobre Educação Aberta:

Esses vídeos curtos transmitirão a importância da educação aberta para instituições, organizações, aprendizes, governos, etc.. Você conhece algum desenvolvedor de políticas, administrador, docente ou aprendiz entusiasta que possa transmitir uma mensagem poderosa por vídeo? Envie e compartilhe com o mundo.

Vídeos de “Como se Faz”:

Você gostaria de compartilhar sua expertise em educação aberta com quem está chegando agora? A sua organização pode criar vídeos curtos que destaquem as melhores práticas e políticas em educação aberta? Aumente o impacto desses vídeos, compartilhando-os com a comunidade global no website da Open Education Week. Tópicos de especial interesse:

  • Os benefícios da utilização de REA (Recursos Educacionais Abertos)
  • Como encontrar e utilizar REA
  • Como criar REA acessíveis
  • Incentivo a políticas abertas
  • Compreendendo as licenças abertas

 Depoimentos inspiradores:

Você já fez ou ouviu um depoimento sobre educação aberta que foi empolgante, motivador ou bastante informativo? Nós o convidamos a compartilhar vídeos inspiradores de qualquer duração, tais como entrevistas, palestras de abertura, painéis de discussão, etc., relacionados ao tema da educação aberta.

Favor fazer o upload do seu vídeo em sua plataforma de preferência, como por exemplo Vimeo ou YouTube, certificar-se de que está sob uma licença aberta, e nos enviar a URL correspondente.

Recursos

O website da Open Education Week direcionará os visitantes a uma variedade de recursos em diversas línguas. Gostaríamos de oferecer aos visitantes REA que lhes sirvam como ferramentas e materiais de apoio que possam enriquecer e aprimorar suas práticas abertas.

Recursos informativos podem ser apresentados sob a forma de documentos, repositórios, materiais de pesquisa, newsletters, links ou blogs. Caso você tenha criado ou conheça recursos valiosos, apreciaríamos se os puder compartilhar. Temos especial interesse nos seguintes tópicos:

  • Por que educação aberta?
  • Como licenciar e reconhecer a autoria de trabalhos de forma aberta
  • Desenvolvimento de políticas abertas/de abertura e considerações
  • Avaliação aberta do aprendizado
  • Aumento da eficiência e redução dos custos educacionais através da educação aberta
  • Ferramentas para encontrar e utilizar REA
  • Impactos da educação aberta sobre aprendizes e educadores
  • Como utilizar softwares de fonte aberta (OSS – Open Source Software) para criar REA

Eventos e Webinars

Você pode promover um ou mais dos seguintes eventos:

Eventos Locais:
  • Fazer um workshop para o público em geral ou para uma plateia específica, como, por exemplo, docentes ou estudantes, sobre como utilizar materiais abertos, compreender as licenças abertas, como modificar materiais para uso em sala de aula, como criar REA, etc. Observação:  Nossos amigos do European Open Edu Policy Project estão criando um toolkit para esses workshops. O toolkit é modular; assim, você pode selecionar os módulos que deseja cobrir. O toolkit pode ser acessado no website: www.openeducationweek.org a partir de janeiro de 2015.
  • Miniconferências/Fóruns sobre educação aberta: Convidar professores locais que utilizam ou contribuem com REA, artigos para periódicos de acesso aberto e outras práticas. Articular-se com outras instituições para promover um chat ou debate ao vivo
Eventos Online:
  • Os aspectos relacionados à abertura, ao que é de caráter aberto na educação: promova um evento com organizações envolvidas com “o aberto” na sua região, para conversar sobre cultura aberta, acesso aberto, governança aberta, dados abertos, software de fonte aberta, etc.
  • Webinars: Oferecer um webinar aberto para o mundo durante a Open Education Week. Pode ser sobre qualquer tema relacionado à Educação Aberta: ferramentas, recursos, impactos, práticas, estudos de caso, debates, etc. Você também pode fazer um stream do seu evento local, ou transmissão simultânea de aulas ou palestras.
Promovendo o seu evento:

Seu evento pode ser incluído no Calendário de Eventos da Open Education Week através do preenchimento do formulário disponível no website. Agradecemos se puder divulgar seu evento através de suas redes e mídia local. Favor utilizar a hashtag #openeducationwk nas mídias sociais a fim de promover uma maior difusão e participação. O download de web banners, posters e materiais promocionais pode ser feito no website da Open Education Week: http://openeducationweek.org.  Sinta-se à vontade para customizar esses materiais.

Discussões online

A Open Education Week contará com fóruns de discussão sobre tópicos de interesse através de uma área interativa no website. Se desejar promover um fórum de discussão sobre um determinado assunto ou formar um grupo específico, queira, por gentileza, contatar-nos através do e-mail info@openeducationweek.org.

Acesse e inscreva a sua atividade: http://www.openeducationweek.org/

REA.br participa da Campus Party Brasil 2015

Campus Party Brasil é um dos principais acontecimentos tecnológicos do país nas áreas de inovação, ciência, cultura e entretenimento digital, reunindo milhares de pessoas para debater os principais temas de cada um destes universos.

O movimento REA participa anualmente da Campus Party desde 2011 e já contribuímos com oficinas e palestras. Esse ano vamos propor uma atividade em parceria com a Revista ARede que mobilize pessoas para criação de conteúdo.

Os participantes da atividade deverão realizar entrevistas com participantes da Campus Party no formato de vídeo de celular de no máximo 1 minuto. As pessoas entrevistas deverão responder a pergunta “o que é Educação Aberta pra você”? Os vídeos serão inseridos pelos próprios participantes no canal do Vímeo do Instituto Educadigital e será escolhida uma licença Creative Commons. No final da atividade serão sorteados brindes como camisetas, adesivos, bombons e etc.

Já fechamos parceria com a Imprensa Jovem do projeto Nas Ondas do Rádio, mas reforçamos o convite para todos que estarão presentes.

Essa atividade também marca o início de uma feliz parceria entre o Instituto Educadigital (REA.br) e a Revista ARede. Iremos iniciar uma coluna mensal, a “Livre Saber”, para falar de REA e Educação Aberta.

Quando? 06/02 das 14h às 16h
Onde? Cantinho da Revista ARede. A gente se vê na Campus 🙂

Crédito de Imagem: Márcio de Assis / CC-BY-SA

REA.br vence Prêmio ARede 2014 na modalidade Especial Educação

O projeto REA.br foi o grande vencedor na modalidade na modalidade Especial Educação do Prêmio ARede2014.


A revista ARede, editada pela Bit Social, organização da sociedade civil sem fins lucrativos, idealizou essa premiação para valorizar e dar visibilidade a iniciativas de inclusão social que utilizam as Tecnologias de Informação e de Comunicação (TICs). O prêmio contempla, anualmente, os melhores trabalhos desenvolvidos no Brasil, por iniciativa de empresas, diretamente ou por meio de fundações e institutos por elas mantidos; por organizações da sociedade civil, e pelo setor público (nos âmbitos federal, estadual e municipal). As modalidades são Setor Público, Setor Privado, Terceiro Setor, Especial Educação e Personalidade do Ano.

Esse prêmio é o reconhecimento do trabalho de toda a comunidade de Recursos Educacionais Abertos (REA) que desde 2008 atua para fomentar política pública de REA no Brasil e também para informar e formar pessoas para essa causa. Ao longo desses anos temos 5 projetos de lei apresentados, participação em inúmeros eventos pelo país, atualmente vários trabalhos de formação organizados pelo Instituto Educadigital e reformulação constante de nosso site na internet com o intuito de ser a porta de entrada para as pessoas interessadas no universo dos REA.

Deixo uma homenagem especial e mais que merecida a Carolina Rossini que foi a fundadora desse movimento no Brasil, coordenou o projeto até 2011 e atualmente é nossa conselheira. Parabenizo também Priscila Gonsales, atual responsável pela coordenação do projeto pela sua dedicação e por todas as conquistas ao longo desses três anos.

Agradecemos a todos vocês pela participação e pelo apoio!

Acesse as fotos do evento aqui.