Raul Cardoso, candidato a deputado pelo Distrito Federal assina Carta Compromisso pela Educação Aberta

Raul Cardoso, candidato a deputado distrital, firmou compromisso com a comunidade brasileira de Recursos Educacionais Abertos e de Educação Aberta.

A campanha do candidato divulgou a carta em seu perfil do Facebook e também divulgou uma nota em seu site.


“Defender o uso e o desenvolvimento de tecnologias com dados abertos é democratizar as informações e convidar mais pessoas ao exercício criativo de conhecer nossa realidade.

Esse princípio deve estar presente em todo nosso sistema educacional! O conhecimento tem que ser compartilhado e livre! Esse é o compromisso que temos. Desde a construção do mandato, a colaboração e o livre uso são as regras da casa. Essas questões também devem ocupar os materiais didáticos das escolas. A transparência não pode ser passiva, como quando deixamos as informações de forma estática para as pessoas. Queremos construir conhecimento, isso significa abrir todas as informações para serem usadas e compartilhadas por todas e todos!

Por esses motivos nos comprometemos com uma ampla política de dados abertos para o DF e assinamos a carta do Projeto REA-Brasil: Recursos Educacionais Abertos.”


Apoie você também essa campanha e compartilhe essa pauta com o seus candidatos! Você pode marcá-los em suas postagens com a tag #reabr #educaçãoaberta #eleições2014

Educação Aberta: você pode fazer parte

*Texto de Giulliana Bianconi publicado em Educadigital e adaptado por Débora Sebriam

Você acredita na Educação Aberta?

Hmmm… Não entendeu muito bem a pergunta?

Então vamos lá: você acredita na possibilidade de todas as pessoas terem acesso a materiais de estudo e pesquisa, especialmente aqueles financiados com dinheiro público?

Independentemente do que você tenha respondido, queremos pontuar que hoje isso não é uma realidade. A maior parte dos materiais está sob rígidos direitos autorais, e exatamente por isso existe uma mobilização constante, em vários países do mundo, liderada por comunidades e por órgãos como Unesco, para que esse cenário seja modificado.

Na esteira desse desejo de mudanças, queremos lhe convidar a conhecer a página web lançada dias atrás para políticos e sociedade civil declararem seu apoio à causa. Isso significa, na prática, defender que o investimento público no desenvolvimento de recursos educacionais deve dar preferência aos formatos abertos, aqueles que não beneficiam, por exemplo, editoras por meio de direitos autorais, mas sim a liberdade de criação, adaptação e remix de obras por qualquer usuário do material que tenha sido desenvolvido.

Para dialogar com políticos, o movimento REA Brasil lançou a “Carta Compromisso Educação Aberta”, documento que traz três tópicos relacionados à atuação e ao posicionamento perante a questão após eleito. Já para a sociedade civil, um selo de código “embedável” foi desenvolvido para que qualquer usuário da web possa levar para outro site ou blog a mensagem “Eu apoio a Educação Aberta”, além de uma carta de apoio do eleitor.

Acesse as ferramentas citadas acima na página da Campanha, clique aqui.

Precisamos da sua ajuda para compartilhar essa pauta com o seus candidatos! Você pode marcá-los em suas postagens com a tag #reabr #educaçãoaberta #eleições2014

Você também pode ajudar a disseminar a campanha adotando o Twibbon “Eu apoio a Educação Aberta” ao seu avatar no Twitter e Facebook. Acesse aqui e faça o seu!