“Indústrias que apoiam o fair use obtém melhores resultados”, afirma estudo publicado pela CCIA neste mês. Mesmo com a crise que rendeu várias demissões nos últimos dois anos, o lucro dessas empresas cresceu de 895 bilhões de dólares em 2002 para uma média de 1,2 trilhões em 2008 e 2009. O fair use (uso justo) é uma concessão nas leis de copyright para que materiais protegidos por ela possam ser utilizados para fins educacionais, por exemplo.

“Os Estados Unidos têm uma das mais fortes culturas de inovação e claras proteções para o fair use. Não é uma coincidência (…) Muito do crescimento sem precedentes das indústrias de tecnologia e comunicação podem ser creditados à doutrina do fair use. Essa pedra fundamental que alimenta a criatividade e a inovação deve ser protegida como parte de nosso plano de recuperação econômica”, afirma o presidente e CEO da CCIA, Ed Black. “Enquanto as medidas de reforço do copyright estão crescentemente sendo adicionadas à legislação e a acordos de negócios, é importante ter números que mostram por que o fair use é importante. Frequentemente ouvimos sobre o custo da pirataria sem também considerar o custo que existe para legitimar setores da economia dos EUA com medidas de reforço do copyright como a Protect IP Act“.

Leia mais aqui.

 

 


Comente

Seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

limparEnviar